sábado, 23 de abril de 2016

Bruno Blois conquista a 4ª etapa do Circuito Ituano de Futmesa

Bruno Blois dedicou a conquista ao ídolo Neymar
Foi realizada na tarde deste sábado (23) a 4ª etapa do Circuito Ituano de Futebol de Mesa, denominada “Convenção Republicana”. Oito botonistas estiveram reunidos na sede do Bloco do “R” para a disputa. Mais uma vez, o objetivo foi incentivar botonistas que estão começando na modalidade e resgatar atletas que se encontram parados. Na edição deste mês, os destaques foram as presenças do campineiro Daniel, além dos paulistanos Araújo (ex-botonista do Maria Zélia) e Anderson. O título ficou com o estreante nas mesas ituanas, Bruno Blois.
            A competição foi disputada com os botonistas se enfrentando em turno único. Bruno Blois e Sandro Gavião duelaram rodada a rodada pela ponta, até o confronto decisivo, ocorrido na penúltima rodada. Ambos chegaram para o embate com quatro vitórias e um empate cada, com Sandro levando vantagem no saldo de gols.
            A partida começou com Sandro Gavião dominando as ações e abrindo 3 a 0 no primeiro tempo. Quando o jogo parecia decidido, Bruno Blois ressurgiu, virou a partida para 5 a 4 e foi para a última rodada dependendo de suas próprias forças para faturar o caneco. E o título veio com uma vitória expressiva por 8 a 1 em cima de Daniel. Assim que soou a campainha, Bruno Blois comemorou o título. "Hoje consegui fazer na mesa o que meu ídolo Neymar faz nos gramados, desequilibrei", afirmou.
            A classificação final ficou assim:
CAMPEÃO: BRUNO BLOIS
Vice-Campeão: Sandro Gavião
3º Colocado: Zé Mário
4º Colocado: Rafael Mello
5º Colocado: Emerson
6º Colocado: Araújo
7º Colocado: Anderson
8º Colocado: Daniel

Vitória no confronto direto com Sandro foi decisiva para o título

Confira a CAMPANHA DO CAMPEÃO:
BRUNO BLOIS 4 X 2 Zé Mario
BRUNO BLOIS 5 X 4 Emerson
BRUNO BLOIS 6 X 5 Rafael Mello
BRUNO BLOIS 5 X 1 Anderson
BRUNO BLOIS 4 X 4 Araújo
BRUNO BLOIS 5 X 4 Sandro Gavião
BRUNO BLOIS 8 X 1 Daniel

Com a conclusão da quarta etapa, o Circuito Ituano de Futebol de Mesa apresenta a seguinte classificação:
RAFAEL MELLO: 299 pontos
2º Sandro Gavião: 275 pontos
3º Valini: 239 pontos
4º Zé Mário: 238 pontos
5º João Pedro: 136 pontos
6º Emerson: 128 pontos
7º Márcio Costa: 115 pontos
8º Bruno Blois: 80 pontos
9º Pietro Varoli: 80 pontos
10º Robertinho: 80 pontos
11º Robson Mota: 78 pontos
12º Rafael Bernardes: 65 pontos
13º Marcão: 59 pontos
14º Lui: 51 pontos
15º Tchaka: 51 pontos
16º Araújo: 51 pontos
17º Anderson: 45 pontos
18º Daniel Roldan: 41 pontos
19º Daniel: 41 pontos

Participantes da 4ª etapa do Circuito Ituano

sábado, 9 de abril de 2016

Botonistas do Bloco do “R” são destaques no Circuito Campinas de Futmesa

Participantes da "Copa Guarani"
Mais uma vez o Bloco do “R” marcou presença em um torneio regional de Futmesa. Neste sábado (9), os atletas Valini e Zé Mário foram até o Clube do Botão, disputar a “Copa Guarani”, primeira etapa do Circuito Campinas de Futebol de Mesa. E os resultados não poderiam ser melhores: Valini ficou com o título e Zé Mário terminou em 3º Lugar.
            A competição reuniu 12 botonistas dos seguintes clubes: Clube do Botão, Flamengo de Americana, Botucatuense e, claro, do Bloco do “R”. Na primeira fase, os atletas foram divididos em três grupos de quatro. Zé Mario fechou como líder do Grupo B, com 100% de aproveitamento e Valini, também 100%, liderou o Grupo C.
            Nas quartas de final, Zé Mario derrotou Amadeu (Flamengo) por 6 a 3 e Valini fez 6 a 5 em cima de Golhv (Botucatuense). Na semifinal, os dos botonistas do Bloco do “R” se enfrentaram em busca de um lugar na final. Melhor para Valini que venceu o confronto por 5 a 3.
            Na disputa pelo 3º Lugar, Zé Mário enfrentou Márcio Costa (Clube do Botão), fez valer a vantagem do empate, segurou o 6 a 6 e ficou com a medalha.
            Na disputa pelo título, Valini encarou Ton (Botucatuense). Em um jogo de 16 gols, que terminou empatado em 8 a 8, o botonista do Bloco do “R” faturou o título, também se valendo da melhor campanha.

Ton (vice), Valini (campeão), Zé Mário (3º) e Márcio Costa (4º)

A CAMPANHA DO CAMPEÃO
Primeira Fase:
VALINI 4 X 1 Brunno
VALINI 5 X 2 Emerson Parente
VALINI 6 X 3 Rodrigo Tuvira
Quartas de Final:
VALINI 6 X 5 Golhv
Semifinal:
VALINI 5 X 3 Zé Mário
Final:
VALINI 8 X 8 Ton

sábado, 26 de março de 2016

Márcio Costa sagra-se campeão da 3ª etapa do Circuito Ituano

O Bloco do “R” sediou na tarde deste sábado (26) a terceira etapa do Circuito Ituano de Futebol de Mesa. A competição levou o nome de “Gildo Guarniéri Filho”, uma homenagem ao responsável pela implantação do esporte em Itu, que neste ano está completando 23 anos de seu falecimento. Nove participantes marcaram presença no torneio que teve como grande campeão o campineiro Márcio Costa. Destaques para as presenças de Emerson e Robertinho, botonistas que jogaram até a década de 90 e voltaram às mesas neste final de semana.
            Na primeira fase, os nove participantes foram divididos em dois grupos. No Grupo A, ficaram Valini, Rafael Mello, Zé Mário, Sandro Gavião e Zé Mário. O Grupo B teve Emerson, Robertinho, Marcão e Rafael Bernardes.
            Após os botonistas se enfrentarem em turno único dentro de suas chaves, os quatro primeiros avançaram para o mata-mata. No Grupo A, Rafael Mello foi o 1º, com Valini em 2º, Sandro em 3º e Márcio Costa na 4ª posição; No B, Robertinho terminou em 1º, Emerson foi o 2º, Rafael Bernardes o 3º e Marcão o 4º colocado. Zé Mário ficou em 5º no grupo A e acabou eliminado.
            Nas quartas de final, houve cruzamento dos grupos. Rafael Melo (1º do A) venceu Marcão (4º do B) por 5 a 2; Emerson (2º do B) foi derrotado por Sandro (3º do A) por 6 a 4; Robertinho (1º do B) caiu diante de Márcio Costa (4º do A) por 8 a 3 e Valini (2º do A) superou Rafael Bernardes (3º do B) por 2 a 1.
            Nas semifinais, Rafael Mello passou por Sandro por 5 a 4, enquanto Márcio Costa derrotou Valini por 7 a 6. Na decisão do título, Márcio Costa levou a melhor sobre Rafael Mello, anotando 7 a 6, conquistando o troféu de campeão.
            O encerramento aconteceu com a premiação de todos os participantes. 


Zé Mário - 9º Colocado

Marcão - 8º Colocado

Rafael Bernardes - 7º Colocado

Emerson - 6º Colocado

Robertinho - 5º Colocado

Sandro Gavião - 4º Colocado

Valini - 3º Colocado

Rafael Mello - Vice-Campeão

MÁRCIO COSTA - CAMPEÃO

A CAMPANHA DO CAMPEÃO
Primeira Fase:
MÁRCIO COSTA 4 X 8 Valini
MÁRCIO COSTA 3 X 3 Sandro Gavião
MÁRCIO COSTA 6 X 6 Zé Mário
MÁRCIO COSTA 8 X 8 Rafael Mello
Quartas de Final:

MÁRCIO COSTA 8 X 3 Robertinho
Semifinal:

MÁRCIO COSTA 7 X 6 Valini
Final:

MÁRCIO COSTA 7 X 6 Rafael Mello


Flagrante da grande final
Após três etapas, a classificação do Circuito Ituano de Futebol de Mesa é a seguinte:
1º VALINI: 239 pontos
2º Rafael Mello: 236 pontos
3º Sandro Gavião: 197 pontos
4º Zé Mário: 168 pontos
5º João Pedro: 136 pontos
6º Márcio Costa: 115 pontos
7º Pietro Varoli: 80 pontos
8º Robertinho: 80 pontos
9º Robson Mota: 78 pontos
10º Emerson: 72 pontos
11º Rafael Bernardes: 65 pontos
12º Marcão: 59 pontos
13º Lui: 51 pontos
14º Tchaka: 51 pontos
15º Daniel Roldan: 41 pontos




sábado, 20 de fevereiro de 2016

“Papai do ano” fatura a Copa Itu de Futmesa

Pietro Varoli comemora o título: medalha e fraldas
Aconteceu na tarde deste sábado (20), a segunda etapa do Circuito Ituano de Futebol de Mesa. A competição, denominada Copa Itu – em homenagem aos 406 anos da cidade, comemorados no último dia 2 de fevereiro - reuniu oito botonistas, com duas novidades: Pietro Varoli, que conheceu em Itu o amor de sua vida e a volta às mesas de Daniel Roldan. E o título ficou com o “papai do ano”, que como prêmio levou para casa muitos pacotes de fraldas.
            Na Primeira Fase, os bototinistas foram divididos em dois grupos com quatro atletas cada. Após jogarem dentro de suas chaves, em turno único, os dois primeiros de cada grupo se classificaram para as semifinais.
            Pelo Grupo A, Rafael Mello foi o 1º colocado, com 100% de aproveitamento. Sandro Gavião foi o segundo, com João Pedro em terceiro e Daniel Roldan em quarto.
            Já no Grupo B, Valini fechou em primeiro, com 07 pontos. Pietro Varoli, o segundo, com seis. Tchaka, em terceiro com 04 e Zé Mario, em quarto, sem nenhum ponto.
            Nas semifinais, Valini (1º do Grupo B) venceu Sandro Gavião (2º do Grupo A) por 7 a 4 e avançou para a decisão contra Pietro Varoli (2º do Grupo B), que derrotou Rafael Mello (1º do Grupo A) por 4 a 3.
            Na última rodada, aconteceram as definições: na disputa pelo 7º Lugar, Zé Mario levou a melhor sobre Daniel Roldan, vencendo por 5 a 0. Na briga pelo 5º Lugar, João Pedro aplicou 9 a 4 em cima de Tchaka. O 3º Lugar ficou com Rafael Mello, que derrotou Sandro Gavião por 7 a 5. E o título acabou com Pietro Varoli, que derrotou Valini por 7 a 5.

A CAMPANHA DO CAMPEÃO
Primeira Fase:
PIETRO VAROLI 5 X 1 Zé Mario
PIETRO VAROLI 5 X 6 Valini
PIETRO VAROLI 5 X 4 Tchaka
Semifinal:
PIETRO VAROLI 4 X 3 Rafael Mello
Final:
PIETRO VAROLI 7 X 5 Valini

Participantes da segunda etapa do Circuito Ituano

Confira como ficou a classificação do Circuito Ituano após duas etapas:
1º VALINI: 141 pontos
2º João Pedro: 136 pontos
3º Rafael Mello: 126 pontos
4º Zé Mario: 115 pontos
5º Sandro Gavião: 108 pontos
6º Pietro Varoli: 80 pontos
7º Robson Mota: 78 pontos
8º Lui: 51 pontos
9º Tchaka: 51 pontos
10º Daniel Roldan: 41 pontos

A próxima etapa do Circuito Ituano acontece no dia 26 de março, com a disputa do Troféu “Gildo Guarniéri Filho”.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Botonista do Meninos presta homenagem ao M1TO em dia histórico

Vinícius Ramalho e Rogério Ceni: encontro especial!
Certamente vão existir muitos “29 de janeiro”, mas nenhum igual ao vivido na última sexta-feira pelo botonista paulista Vinícius Ramalho. O atleta do Meninos, atual bicampeão paulista e campeão brasileiro de Futmesa (modalidade 12 toques) teve um momento único e especial, ao poder se encontrar e homenagear aquele que, talvez tenha sido o maior nome da história do São Paulo Futebol Clube (time do coração do botonista): Rogério Ceni!
   O encontro aconteceu nas dependências do Estádio “Cícero Pompeu de Toledo” (Morumbi) e o mais interessante, o homenageado sequer sabia da homenagem. Segundo Vinícius, a ideia começou após um jogo de Futebol de Mesa, em Curitiba-PR. “Jogando com o Igor, do Vasco, vi que o time dele era só de ‘Juninhos Pernambucanos’. Todo mundo começou a jogar botão para poder homenagear seus ídolos naquela mesa chamada de ‘estrelão’. Então, uni essa ideia do Igor, com aquela coisa do jogo de botão na época da infância para poder prestar essa homenagem”, explicou.
   O botonista do Meninos revelou que o time ficou pronto em poucos dias, mas que as conversas com o fabricante se iniciaram ainda em 2014. “Vinhamos conversando desde o final de 2014, quando o Rogério poderia parar. Quem fez o time foi o Paulo da PRP (Botucatu) e a arte é do Rubão, que também trabalha lá. Falei com eles sobre as ideias e comecei a procurar boas fotos para que o time ficasse legal. O time ficou pronto em pouco mais de uma semana entre a ideia final e a entrega”. 
   Vinícius Ramalho também explicou os critérios utilizados para a escolha de 13 momentos especiais da carreira do goleiro são-paulino. “Cada botão representa um grande feito da carreira do M1TO. Peguei alguns momentos que considero os mais importantes, como os três recordes mundiais reconhecidos pelo Guiness Book (número de jogos pelo mesmo clube, número de jogos como capitão de um mesmo clube e maior número e gols de um goleiro), além de outros feitos que considero os mais marcantes. E o goleiro é a defesa mais importante e bonita da carreira dele, que foi aquela da final do Mundial de 2005, contra o Liverpool”, justificou.
   O encontro com Rogério Ceni teve uma ajuda importante da assessoria do, agora, ex-goleiro e, como o próprio botonista revelou, foi inusitado. “Como trabalho com jornalismo e com alguns veículos que cobrem o São Paulo, conheço pessoas da comunicação. Falei com a assessora do Rogério e ela possibilitou esse encontro, que aconteceu na última sexta-feira, quando o Rogério participava de um tour no estádio do Morumbi, onde ele era o guia e eu aproveitei o momento para entregar o time a ele. Detalhe que o Rogério não sabia de nada. A assessora já tinha visto as artes, mas segurou a surpresa”.
   E para que o encontro se tornasse ainda mais especial, nada como ser reconhecido pelo ídolo. “No final do ano passado, trabalhei em um evento que o Rogério jogava com torcedores e eu era o comentarista. Nesse dia falei um pouco com ele. Quando o vi dessa vez, ele me chamou pelo nome e o fato dele ter se lembrado de mim, me ‘quebrou as penas’. Aí o nervosismo aumentou, mas consegui explicar o que era aquele time, que eu jogava no Meninos, atual campeão nacional e estadual e pedi que ele autografasse um goleiro que fiz pra mim, já que terei um time idêntico ao que o presenteei”, relatou Vinícius, que aguarda um possível reencontro com o M1TO, agora nas mesas. “Ele agradeceu, disse que ia treinar para ganhar de mim, já que agora tinha tempo. Deu risada, me abraçou e assim terminou esse bate papo que jamais vou esquecer”.

Time que Rogério Ceni recebeu das mãos de Vinícius

domingo, 24 de janeiro de 2016

Bloco do “R” obtém bom desempenho na Copa José Pinto

O Bloco do “R” marcou presença neste sábado (23), na 6ª edição da Copa José Pinto, na cidade de Botucatu. A competição interestadual reuniu 36 botonistas e foi disputada na sede da Botucatuense. Os quatro botonistas, que representaram a equipe ituana, conseguiram premiação.
            O destaque ficou para Valini, que fechou a Primeira Fase em primeiro de seu grupo, com 100% de aproveitamento, e a segunda melhor campanha no geral. Nas oitavas de final, passou por Alexandre Rubão (Botucatuense) e nas quartas derrotou Carlos (Bragantino), vindo a parar apenas na semifinal, quando perdeu para Alex Bahr (Palmeiras), que mais tarde viria a ser o campeão do torneio. Na disputa do 3º Lugar da Série Ouro, Valini empatou com Ramón Arnoni (Botucatu) e ficou com o troféu.
            Rafael Mello alterou altos e baixos durante a competição. Embora tenha caído no “grupo da morte” na Primeira Fase, conseguiu avançar como terceiro do grupo e a 12ª campanha no geral. Nas oitavas de final, derrotou Wilson Benevides (Flamengo), mas sucumbiu nas quartas, ao ser derrotado por Ramón Arnoni, fechando sua participação com o 7º Lugar da Série Ouro, o que lhe rendeu uma medalha.
            Após um começo irregular, Robson Mota conseguiu emplacar quatro vitórias consecutivas e terminou a Primeira Fase em segundo de seu grupo e com a 10ª campanha no geral. Nas oitavas, foi derrotado por Carlos, resultado que o levou para a disputa da Série Prata. Nas quartas, venceu Alexandre Rubão e nas semifinais perdeu para Fernando (Sociedade Mineira). Mas conseguiu fechar sua participação com a 3ª colocação, ao derrotar Carioca (Sociedade Mineira), levando para casa uma honrosa medalha.
            Fechando a participação dos ituanos, Zé Mario não fez uma grande jornada. Com uma campanha muito irregular, terminou a Primeira Fase apenas na quarta posição do grupo, com a 17ª campanha no geral. Nas oitavas de final, perdeu para Emerson (Botucatuense) e acabou indo disputar a Série Extra. Conseguiu vencer Marcos (Penapolense) nas quartas de final, mas perdeu para Hélio (Sociedade Mineira) nas semifinais, resultado que o fez disputar a 3ª posição, onde venceu Burilli (Riopardense), garantindo assim uma medalha.
            O Bloco do “R” agradece a Botucatuense pelo convite e parabeniza os botonistas Alexandre Rubão, Rodrigo Tuvira, Marcio Rangel, entre outros, pela organização do evento.

Premiação da Copa José Pinto